As indagações sobre a gênese da pólis opõem os sofistas (defensores do caráter convencional da justiça) e Platão e Aristóteles (defensores do caráter natural da justiça e da lei). Explique no que consistia a posição de cada um.

Convidado:

Os sofistas consideravam que o homem era bom por conveniência ao meio em que está inserido No caso a "pólis arcaica" (cidade primitiva) e justo de acordo com que esse meio solicitava e requeria dele; os Platonistas e Aristotélicos consideravam que  o homem era bom e justo por natureza e ocasionalmente em virtude do meio em que estava inserido e da necessidade deste mudava de postura e valores

Deixe uma resposta